From Playtest

Bandópolis

“Há muita controvérsia sobre onde exatamente fica o lar dos yordles, embora vários mortais afirmem ter atravessado portais invisíveis para uma terra de estranho encantamento além do reino material. Falam de um lugar com magia ilimitada, onde os incautos, atraídos por uma infinidade de elementos fantásticos, podem acabar perdidos em um sonho sem volta.

Em Bandópolis, dizem que todas as sensações são amplificadas para os não yordles. As cores são mais vívidas. A comida e a bebida embriagam os sentidos por anos e, uma vez provadas, jamais podem ser esquecidas. A luz do sol é eternamente dourada, as águas são completamente cristalinas e toda colheita é extremamente frutífera. Talvez alguns desses relatos sejam verdadeiros, mas talvez nenhum seja, pois não há duas pessoas neste mundo que concordem sobre o que realmente viram.

Só uma coisa é certa: Bandópolis e seus habitantes carregam um poder atemporal. Isso deve explicar por que muitos mortais que encontram seu caminho de volta parecem ter envelhecido bruscamente, embora a maioria sequer retorne.”

As opiniões divergem sobre onde exatamente o lar dos yordles pode ser encontrado, embora um punhado de mortais afirme ter viajado por caminhos invisíveis para uma terra de encantamento curioso além do reino material. Eles falam de um lugar de magia irrestrita, onde o imprudente pode ser desencaminhado por uma miríade de maravilhas e acabar perdido em um sonho...

Em Bandópolis, diz-se que cada sensação é intensificada para não-yordles. As cores são mais brilhantes. Comida e bebida intoxicam os sentidos por anos e, uma vez degustadas, jamais serão esquecidas. A luz do sol é eternamente dourada, as águas cristalinas e cada colheita traz uma recompensa frutífera. Talvez algumas dessas afirmações sejam verdadeiras, ou talvez nenhuma — pois dois contadores de histórias nunca parecem concordar com o que realmente viram.

Apenas uma coisa é conhecida com certeza, e essa é a qualidade atemporal de Bandópolis e seus habitantes. Isso pode explicar por que os mortais que encontram o caminho de volta muitas vezes parecem ter envelhecido tremendamente, enquanto muitos mais nunca retornam.

Portais

Runeterra está ligada a um lugar encantado no reino espiritual conhecido como Bandópolis. Os caminhos raramente são vistos pelos mortais, pois eles só abrem em circunstâncias particulares, ou para aqueles com a habilidade de ler e interpretar a linguagem dos yordles.

Certos portais só podem ser abertos com uma série de gestos específicos, geralmente definidos por símbolos peculiares inscritos nas proximidades. Alguns portais abrem para uma caverna profunda, quando a maré baixa revela um padrão de círculos rúnicos, enchendo os recortes com água do mar.

As portas entre os reinos são caprichosas e raramente se abrem; Yordles as vezes precisam esperar dias para a estrela oriental se alinhar com um arco de pedra específico, ou passear impacientemente entre os lírios, buscando uma flor prateada florescendo na lama - para só então o caminho aparecer.